News

Projeto Se Mexe Tx

O que é Transplante de Órgãos?

  1. a) O que é um transplante?

Transplante é a transferência de células, tecidos, órgãos, ou de partes do corpo de uma pessoa (doador) para outra (receptor), com a finalidade de restabelecer uma função do corpo do receptor.

  1. b) Quais os benefícios de um transplante?

O transplante pode trazer enormes benefícios às pessoas afetadas por doenças que, de outro modo, seriam incuráveis. Milhares de pessoas contraem, todos os anos, doenças cujo único tratamento é um transplante.

O maior benefício que se espera de um transplante é que a expectativa de vida seja melhor do que a doença que motivou o procedimento, mesmo sendo cuidada com todas as opções de tratamento disponíveis. Muitos transplantados passam a não ter limitações físicas em suas atividades do cotidiano.

  1. c) Qual a chance de sucesso de um transplante?

O sucesso depende de inúmeros fatores como o tipo de órgão a ser transplantado, a causa da doença, as condições de saúde do paciente, adesão aos medicamentos imunossupressores entre outras.

Com os recursos atuais, de novos medicamentos e de técnicas aprimoradas, a sobrevida dos transplantados tem sido cada vez maior.

  1. e) Como é a vida do paciente após o transplante?

Transplante não é cura, mas um tratamento que pode prolongar a vida com uma melhor qualidade.
Muito embora a compatibilidade entre doador e receptor seja testada antes de um transplante, depois do transplante as consultas periódicas de acompanhamento são obrigatórias. A prescrição de medicamentos imunossupressores é obrigatória e de forma permanente.

  1. g) Que partes do corpo podem ser transplantadas?

Os órgãos mais comumente transplantados são: coração, fígado, pâncreas, dois pulmões e dois rins.
Podem ser transplantados também: córneas, valvas cardíacas, vasos sanguíneos, segmentos de ossos, ossos longos e particulados, cartilagens, tendão, fascia lata, pele, estômago e intestino.

Parte do fígado, parte do pulmão, ou um rim podem ser transplantados de doador vivo, desde que este seja parente do receptor em até quarto grau, ou com autorização judicial.

O esporte é fundamental para a boa saúde e para o bem-estar de todo o ser humano, inclusive os transplantados. Atender essa causa com o esporte, que já tem diversos valores agregados, é uma vitória para todos

A lista de benefícios da atividade física é extensa:

  • Combate o excesso de peso;
  • Melhora a autoestima e promove a sensação de bem-estar;

Diminui o estresse, o cansaço e os sintomas depressivos;

  • Aumenta a disposição;
  • Fortalece o sistema imune;
  • Melhora a força e a resistência muscular;
  • Fortifica ossos e articulações;
  • Melhora a postura;
  • Diminui as dores;
  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares.

Os transplantados que se exercitam reinternam menos, voltam mais rápido ao trabalho e à vida social, sendo que isso reflete em uma qualidade de vida melhor.

* Liège Gautério é profissional de educação física, transplantada e idealizadora do projeto @semexetx

 TRANSPLANTE UNILATERAL DE PULMÃO

TEMPO NA FILA DE ESPERA: 5 meses

DATA DO TRANSPLANTE: 29/09/2011

Vi no esporte uma maneira de divulgar a doação de órgãos e desmistificar a ideia de que transplantado é alguém com muitas restrições e que não pode se exercitar. Como profissional da educação física, …

Idealizei o projeto Se Mexe Tx, que incentiva transplantados a se exercitarem e cuidarem do seu órgão recebido.

Como tomamos várias medicações, dentre elas os imunossupressores para evitar a rejeição do órgão, podemos ter muitos efeitos colaterais, como diabetes, hipertensão, osteoporose etc.

E o exercício é também uma forma de prevenir e/ou amenizar esses efeitos.

Depois de realizar o tão esperado transplante e ganhar nossa segunda chance de viver, recebemos orientações quanto aos cuidados que devemos ter para a boa manutenção da nossa saúde: como tomar os medicamentos,

o que ajustar na alimentação, o que fazer em matéria de higiene… Uma das recomendações que mais ganham ênfase nos últimos anos é a prática de exercício, de preferência orientada.

Espero que o público transplantado seja encorajado por suas equipes médicas a realizar exercícios e que celebrem seu renascimento através do esporte!

 

Deixe uma resposta